Notícias

Voltar

Stephan Doitschinoff promove Marcha ao Cvlto do Fvtvrv no Parque Ibirapuera

No próximo sábado (7/5), o artista Stephan Doitschinoff realiza, em parceria com o Cvlto do Fvtvrv, a performance "Marcha ao Cvlto do Fvtvrv", que se relaciona com as três obras inéditas que apresenta na mostra "Educação como matéria-prima", em cartaz no Museu de Arte Moderna de São Paulo, que discute processos pedagógicos na arte. A ação aberta ao público inicia seu trajeto às 15h, em frente a entrada do Museu de Arte Contemporânea (MAC), o antigo prédio do Detran.

(Créditos: Lost Art)

Doitschinoff (conhecido também como Calma) aprofunda sua pesquisa sobre apropriação de estruturas simbólicas e instituições conservadoras - como o exército e a igreja, por exemplo, sempre presentes na sua obra - através destas marchas que realiza uma vez ao ano, sempre com atrações inéditas e diferentes, aberta ao público e com muitas adesões.

Já o Cvlto do Fvtvrv, movimento que se apropria das cerimonias religiosas para "estimular a reflexão e o pensamento crítico", como descreve seu manifesto, compreende as intervenções culturais como um meio eficaz de promoção da consciência e de mudança da estrutura social regente.

“A obra desdobra-se em diferentes vertentes que incluem pintura, instalações, arte pública, vídeo, música e performance. Nessas abordagens, o trabalho é permeado pela linguagem criptografada e simbólica”, explica o artista paulistano.

A partir da apropriação e ressignificação de linguagens presentes nas instituições que critica, Stephan cria obras que se relacionam com o simbolismo religioso, pagão e do folclore brasileiro, porém sem trabalhar com dogmas. Apesar de utilizar como suporte algumas manifestações básicas da religião, como templos, altares, procissões e personagens que representam as divindades, todo o conteúdo de sua obra é formado por questionamentos que promovem a reflexão e a crítica, não relacionados somente à religião. Temas como o "Big Brother", o mercado financeiro, a produção industrial, as consequências da exploração dos recursos naturais e do consumo desenfreado são alguns dos aspectos abordados pela obra do paulista, que também explora a bandeira de seu estado de origem em diversos trabalhos.

Novo Asceticismo (Créditos: Alexandre Vianna)

Marcha ao Cvlto do Fvtvrv
Os participantes e o público se reúnem em frente ao prédio do MAC e seguem em cortejo pela Passarela Ciccillo Matarazzo, atravessando por cima das movimentadas pistas da Avenida Pedro Alvares Cabral, entrando no Parque Ibirapuera pelo portão 3 e caminhando até o MAM. No auditório do museu, Doitschinoff junta-se a convidados especiais para apresentar o Hino dos Três Planetas e o Hino dos Fantasmas Neoliberais, ambos criados pelo artista em parceria com a cantora Lia Paris e a dupla Mixhell, formada por Iggor Cavalera e Laima Leyton.

Depois da apresentação, os membros do Cvlto e o artista convidam o público para participar do Balcão de Adesão, em que divulgam mais informações sobre a organização, além de exibir os Hinários, a Pirâmide, o Elucidário. 

Para participar da ala frontal do cortejo e receber um broche do Cvlto do Fvtvrv, é necessário chegar no ponto de encontro com 30 minutos de antecedência (14h30) vestindo camisa social branca fechada até o colarinho, calças e sapatos pretos. Para seguir a marcha e entoar os cânticos, a participação é livre. Para mais informações, é só acessar www.fvtvrv.org ou escrever para fvtvrv@gmail.com.

Três mundos (Divulgação)

Sobre o artista
Artista revelação pela Associação Paulista de Críticos de Arte, Stephan Doitschinoff realiza ações e exposições em espaços institucionais como o Museu de Arte Contemporânea de San Diego (EUA), a Fondacion Cartier (FRA), além de MAM, MASP, Museu Afro Brasil e o Centro Cultural Vergueiro. Atualmente, é representado pela galeria Jonathan Levine em NY, pela galeria LJ em Paris e está presente na coleção The Isabel and Agustin Coppel, no México. Doitschinoff tem dois livros publicados pela editora alemã Gestalten - CALMA: The Art of Stephan Doitschinoff (2008) e CRAS (2012), além do documentário TEMPORAL (2008).

Marcha 3 planetas (Créditos: Lost Art)

serviço
"Marcha ao Cvlto do Fvtvro", com Stephan Doitschinoff e membtos do Cvlto do Fvtvrv.
Data: 7 de maio (sábado)
Ponto de Encontro: em frente ao MAC Ibirapuera (antigo DETRAN)
Horário: das 15h às 17h30
Concentração, distribuição de broches e adereços: 14h30
Saída da Marcha: 15h
Chegada ao MAM : 15h30
Início do culto no Auditório MAM: 16h
Balcão de Adesão:16h30
Local: MAC-USP (Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo) | Av. Pedro Álvares Cabral, 1301 - Ibirapuera.