Notícias

Voltar

Programe-se: as exposições que discutem sustentatibilidade e meio ambiente que você não pode perder!

O cuidado com o meio ambiente é um tema atemporal, as mudanças climáticas, incêndios na floresta Amazônica, e demais sintomas revelam que de fato é preciso voltar o olhar para temas como sustentabilidade e ecologia. A arte tem o poder de suscitar essa reflexão a partir de exposições unindo o útil ao agradável. O InfoArt separou as mostras sobre esses temas que você não pode perder!

1- “Ambiental: arte e movimento”, no Mube


Backlifht 200 x 180 cm de Cláudia Jaguaribe. Créditos: Divulgação.

Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia (MuBE) apresenta a mostra “Ambiental: arte e movimento” que fica em cartaz até 3 de novembro. 

A mostra tem curadoria de Cauê Alves,  curador chefe do Museu, e Marcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica e reúne trabalhos de 22 artistas que variam entre desenhos, pinturas, fotografias e instalações e dialogam com temas de ecologia e meio ambiente. Além disso, haverá espaço na exposição para que organizações socioambientais possam apresentar ideias e ações. Leia mais.

2-"Cerne", na galeria Kogan Amaro

Obra da mostra Cerne. Créditos: Divulgação

Galeria Kogan Amaro apresenta “Cerne” de Camila Rocha, que fica em cartaz de 14 de setembro a 12 de outubro e tem curadoria de Ricardo Resende. Foi a partir de uma vivência da artista na Amazônia, período em que navegou por rios e igarapés em um barco-casa e realizou uma imersão intensa na natureza, que Rocha concebeu suas obras.

Durante a mostra, a Galeria Kogan Amaro transforma-se em uma floresta criada a partir de elementos distintos, curvas e tons de verde que recriam a fauna e a flora amazônica. Aquarelas, pinturas e esculturas tomam o espaço e revelam o cerne do meio ambiente, aquilo que não pode ser visto a olho nu. Leia mais.

3- Caçambas, nos arredores do Mube

Créditos: Rogerio Canella

O artista Eduardo Srur instala nas regiões de Pinheiros e Butantã, ao redor do MuBE – Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia, 15 esculturas que imitam caçambas, compartimentos utilizados para recolher entulhos e resíduos. As esculturas criadas pelo artista imitam a estrutura e o tamanho das caçambas, porém são vazadas, feitas a partir de linhas de metal em seu contorno. Dessa forma é possível enxergar seu conteúdo, o que provoca uma reflexão sobre o excesso de lixo produzido pela sociedade. Os dados são alarmantes, atualmente são geradas, 20 mil toneladas de resíduos por dia na metrópole, fora os milhares de pontos irregulares onde as pessoas descartam desde sofás até seu lixo doméstico. Leia mais.

4- Coluna InfoArt: Queimam as florestas

O InfoArt publicou um texto de Leopoldo Nosek, psicanalista e membro efetivo e analista didata da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Na publicação Nosek denuncia um projeto de destruição do humano e do pensamento em toda a ecologia social e avalia que as queimadas ambientais são apenas um sintoma de um problema maior. Leia mais.

Cadastre-se em nossa newsletter e receba o e-book Conservação de Esculturas em Espaços Públicos
Cadastre-se em nossa newsletter e receba o e-book Conservação de Esculturas em Espaços Públicos