Notícias

Voltar

Principais exposições na semana do feriado de Independência

A primeira semana de setembro é mais curta graças ao feriado de Independência, no dia 7 (quinta-feira). Para o leitor aproveitar essa folga o InfoArtSP selecionou as principais exposições de artes plásticas e visuais em cartaz durante a semana na capital paulista.

Além das exposições em cartaz, na quinta-feira de feriado, o Sesc Ipiranga e o a Universidade de São Paulo celebram os 195 anos da emancipação política do Brasil com uma grande festa no Parque da Independência, a partir das 14h. A programação no parque é completamente gratuita e conta com atividades de teatro, circo, dança, música e poesia. Além de um dia inteiro de atrações culturais, na ocasião, a USP lança um concurso público para os projetos de restauro e modernização do Museu do Ipiranga.

Para quem quer aproveitar o final de semana prolongado fora de São Paulo, o Sesc Sorocaba realiza a 2ª edição de “Frestas – Trienal de Artes”, evento que promove a descentralização dos polos de arte contemporânea no país. Com o tema “Entre Pós-Verdades e Acontecimentos” e curadoria da crítica de arte Daniela Labra, a trienal é gratuita e ocupa diversos pontos da cidade, localizada a 90 km de São Paulo, até 03 de dezembro de 2017. Entre projetos comissionados, performances, residências artísticas, intervenções urbanas e trabalhos feitos exclusivamente para a internet, a trienal apresenta cerca de 160 obras, produzidas por 60 artistas contemporâneos, de diferentes gerações e de 13 países, que discutem as ambiguidades presentes nas artes e as duvidosas verdades nos discursos midiáticos cotidianos.

Não perca tempo e confira as principais exposições da semana na cidade de São Paulo:

Renato Russo
Curadoria: André Sturm
A partir de 6/9
MIS-SP

O MIS inaugura uma das exposições mais aguardadas do ano. A mostra intitulada "Renato Russo" presta homenagem a um dos maiores ícones da música brasileira e é a quarta exposição idealizada e concebida totalmente pelo museu. Giuliano Manfredini, único filho do artista, concedeu ao MIS total acesso ao apartamento de Renato Russo confiando à equipe do museu sua catalogação, conservação e adaptação para a exposição. A exposição, que parte exclusivamente do acervo de Renato Russo, traz objetos pessoais, peças de vestuário, fotografias, discos, livros, manuscritos, instrumentos musicais, documentos escolares, desenhos, cartas de fãs, além de prêmios, fanzines, folhetos e impressos variados que irão percorrer toda a sua trajetória. Saiba mais.

Renato Russo. Reprodução Cinthia Bueno, MIS. Crédito Marcos Prado.

Temporada de Projetos Paço das Artes
Artista: Vários
A partir de 6/9
MIS-SP

O Paço das Artes promove as mostras "Inscriptura", de Cristina Elias, e "Laboratório Gráfico Desviante", do grupo formado por Bruno Mendonça, Júlia Ayerbe, Laura Daviña, Thiago Carrapatoso e Thiago Hersan. Em "Inscriptura", Cristina Elias expande a performance para diferentes suportes (vídeo, telas e instalação) que possibilitam a escrita de um diário. Formal e conceitualmente, a mostra busca investigar a essência do “feminino”, eclipsada pelas diversas camadas de condicionamentos sócio-culturais e históricos que foram depositados ao seu redor ao longo do tempo. Já o projeto "Laboratório Gráfico Desviante" propõe o questionamento de normatizações e cânones de linguagens, não com o objetivo de criar novas normas, mas de discutir e compreender os sistemas de cada linguagem e os possíveis níveis de desconstruções, infiltrações e hackeamentos. Saiba mais.

Performance Cristina Elias.

No subúrbio da modernidade - Di Cavalcanti 120 anos
Artista: Di Cavalcanti
Curadoria: José Augusto Ribeiro
Até 22/1
Pinacoteca do Estado de São Paulo

Um dos mais importantes artistas do modernismo brasileiro, Emiliano Di Cavalcanti ganha maior exposição já realizada desde sua morte, em 1976. Entre pinturas, desenhos e ilustrações, serão exibidas mais de 200 obras, realizadas ao longo de quase seis décadas de carreira e que hoje pertencem a algumas das mais importantes coleções públicas e particulares do Brasil e de outros países da América Latina. Além da atuação pública de Di Cavalcanti como pintor, a mostra destacará também aspectos menos conhecidos de sua trajetória, como as ilustrações e charges para revistas, livros e até mesmo capas de discos. Saiba mais.

Di Cavalcanti, Mulheres na janela, 1926 - óleo sobre cartão. Acervo da Fundação José e Paulina Nemirovsky. Obra em comodato com a Pinacoteca do Estado de São Paulo (Foto: Edouard Fraipont)

A poética da imersão
Artista: Lawrence Malstaf
Até 18/9
Centro Cultural Banco do Brasil

O File São Paulo 2017 continua por mais alguns dias no Centro Cultural Banco do Brasil, no centro de São Paulo. Se trata do FILE SOLO, modalidade inédita do festival que tem como objetivo mostrar o conjunto de obras de um único artista, explorando a relação interdisciplinar entre tecnologia e criatividade. Para esta primeira edição, a modalidade traz a individual do premiado artista belga, Lawrence Malstaf. Seu trabalho se dá na fronteira entre a arte visual e a performática e cria experiências sensoriais e instalações instigantes que desafiam públicos de todas as idades. Saiba mais.

Lawrence Malstaf, Transporter, 2008 © Lawrence Malstaf & Tallieu Art Office (photo Daisy Gelaude).

Somos
Artista: Iván Argote
A partir de 5/9
Galeria Vermelho

O colombiano Iván Argote apresenta sua segunda individual na galeria paulistana. Seu trabalho explora o comportamento humano, a forma como as pessoas se relacionam com o meio ambiente e nossos vínculos inexplicáveis com a história, tradição, arte, política e poder. Em um dos trabalhos expostos, Argote relacionou-se com habitantes de condições sociais similares na Indonésia e na Colômbia, e seu foco eram os jovens nascidos no mesmo dia da queda do Muro de Berlim. O artista desbota fronteiras geopolíticas e emocionais para retratar aqueles que floresceram sincronicamente ao fim de uma barreira física que dividia um mesmo povo separado por crenças, tradições, princípios e mitos. Saiba mais.

Sírvete de mi, Sírveme de ti (detalhe)

Doka_
Artista: Vários
A partir de 5/9
Galeria Virgílio

A mostra coletiva de fotografia conta com livros de autor e 80 obras de oito fotógrafos do grupo formado por alunos e egressos do curso “Fotografia Autoral”, ministrado por Marcelo Greco no MAM-Museu de Arte Moderna de São Paulo. São eles: Alex Fernandez, Ciça Calasans, Luciana Dal Ri, Paola Vianna, Paula Carpi, Re’gis de Gasperi, Selma Perez e Vicente de Carvalho. O nome “DOKA_” vem do holandês “donker kammer” [“câmara escura” em português], um índice da influência da passagem de Machiel Botman, artista com quem o professor Marcelo Greco promove eventuais intercâmbios culturais. Saiba mais.

Luciana Dal Ri - Série A Pequena Morte, 2010-2017.

Agora somos todxs negrxs?
Artista: Vários
Curadoria: Daniel Lima
Até 16/12
Galpão VB

"Agora somos todxs negrxs?" é a primeira exposição a reunir a jovem produção negra brasileira a artistas consagrados. A mostra conta com 15 artistas nascidos, em sua maioria, nas três últimas décadas do século 20. Trabalhando com frequência na interseção entre as questões raciais e de gênero, elas e eles mostram mais de 20 obras que refletem o amadurecimento da discussão sobre as identidades e negritudes no Brasil. A inspiração para o título da exposição é o Artigo 14 da Constituição do Haiti, de 1805, que reestruturou as leis do país a partir da única revolta escrava que tomou o poder na América. Nas palavras do curador Daniel Lima, a retomada do enunciado haitiano “aponta para uma nova situação política, na qual lutamos, em cada prática artística individual e coletiva, pela expressão de uma voz historicamente silenciada”. A mostra pretende colocar em perspectiva o papel de negras e negros na sociedade brasileira, reelaborando símbolos da história nacional. Saiba mais.

Merci Beaucoup, blanco | Musa Michelle Mattiuzzi.

A Era dos Games
Curadoria: Patrick Moran
Até 12/11
Fundação Bienal de São Paulo

O público que visitar o evento poderá interagir com mais de 150 jogos selecionados a dedo, a começar pelo clássico Pong, de 1972. A exposição terá ainda uma área com representação brasileira, visto que o país ocupa o 11º lugar no ranking de crescimento do mercado de games. A exposição explora a influência de músicos, cineastas e artistas e mostra claramente que algumas das inovações mais criativas do nosso tempo passaram por este meio fenomenal. Parte da mostra é voltada à evolução dos videogames como hardware e também haverá toda uma seção focada nos personagens icônicos como Mario. Saiba mais.

A Era dos Games (Divulgação)

Manifesto Gráfico
Artista: Vários
Curadoria: Rico Lins
Até 8/10
Espaço Cultural Porto Seguro

Uma seleção de 120 trabalhos do acervo pessoal do artista gráfico Rico Lins, que também apresenta cartazes de sua autoria, traz um amplo leque de trabalhos gráficos de todo o mundo. Entre as muitas questões que abarca, "Manifesto Gráfico" propõe uma discussão acerca do lugar ocupado pelo cartaz hoje, sua função inicial de comunicação em espaços públicos, as derivações ao longo da história - incluindo a atribuição de obra de arte, o contraste entre as produções nacionais e estrangeiras e a transposição da peça para o universo digital. Saiba mais.

Cartazes da mostra "Manifesto Gráfico" (Foto: Eduardo Lara/InfoArtSP)

Gaúchos e gaúchas
Artista: Christian Delgado
Curadoria: Guillermo David
Até 10/9
Sesc Interlagos

Norteado pela premissa de valorizar e revitalizar as culturas regionais, o Sesc São Paulo traz à zona sul da cidade a exposição que retrata a vida, tradição e cultura gaúcha e traz contribuições para fortalecer sua identidade. A mostra é fruto de um estudo e coleta de dados em campo, realizados ao longo de dois anos, e apresenta uma série de imagens de rostos, paisagens e cenas de trabalho, em diversas dimensões registradas no Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina. Há também estatuetas da cultura popular e elementos do trabalho rural. Últimos dias! Saiba mais.

Christian Delgado

Confira outras exposições em cartaz em São Paulo na agenda do InfoArtSP.

 

Cadastre-se em nossa newsletter e receba o e-book Conservação de Esculturas em Espaços Públicos
Cadastre-se em nossa newsletter e receba o e-book Conservação de Esculturas em Espaços Públicos