Notícias

Voltar

AGENDA DE ABERTURAS DA SEMANA 28/03

Confira as aberturas da semana! Centro Cultural São Paulo com uma mostra em memória de Antonio Benetazzo, Instituto de Arte Contemporânea comemora os 90 anos de Willys de Castro, além de Galeria Nicoli e outras!

LADO A LADO – OBJETOS ATIVOS DE WILLYS DE CASTRO
ARTISTAS: WILLYS DE CASTRO
CURADORIA: GABRIEL-PEREZ BARREIRO
DE 30/3 A 9/7
IAC - INSTITUTO DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Para comemorar os 90 anos de nascimento de Willys de Castro (Uberlândia MG 1926 - São Paulo SP 1988), o IAC (Instituto de Arte Contemporânea), responsável pelo arquivo documental do artista, convidou Gabriel-Perez Barreiro, curador da 6º Bienal do Mercosul, para realizar a exposição "lado a lado – Objetos Ativos de Willys de Castro", que fica em cartaz no instituto entre os dias 30 de março e 9 de julho de 2016. Com “lado a lado” (nome de um poema inédito de Willys), pela primeira vez apresenta-se uma antologia dos consagrados Objetos Ativos (1959-1962), em montagem especial para expandir e enfatizar a relação singular da obra com o espaço expositivo e o olhar do espectador. Saiba mais

Willys de Castro, Objeto ativo, 1961 - óleo sobre tela, colada sobre madeira (Coleção IAC/Divulgação)

O MURO: REVER O RUMO
ARTISTAS: VÁRIOS
DE 30/3 A 28/5
CENTRAL GALERIA DE ARTE

A Central Galeria de Arte apresenta sua nova fase, que passou por transformações estruturais, visuais e conceituais, promovendo no dia 30 de março, às 18h, sua reinauguração com a exposição coletiva "O muro: rever o rumo", em cartaz até o dia 28 de maio de 2016. A mostra apresenta trabalhos de 15 artistas de destaque no cenário nacional. Inaugurada em novembro de 2010 por Wagner Lungov, a Central Galeria muda de rumo sob a direção de Daniel de Lavor e Fernanda Resstom. Saiba mais

Gabriela Mureb, Máquina #4, 2013 - pedra, motor, alumínio e pedra, 30 x 50 x 30 cm (Divulgação)

ANTONIO BENETAZZO, PERMANÊNCIAS DO SENSÍVEL
ARTISTAS: ANTONIO BENETAZZO
CURADORIA: REINALDO CARDENUTO
DE 31/3 A 29/5
CENTRO CULTURAL SÃO PAULO

A mostra "Antonio Benetazzo, permanências do sensível", que fica em cartaz no Centro Cultural São Paulo (CCSP) entre os dias 31 de março e 29 de maio de 2016, é a mais completa mostra da desconhecida obra deste artista plástico, morto brutalmente por agentes da ditadura militar em 1972. Dividida em seis partes que revelam os eixos temáticos e as variedades estilísticas do autor, a mostra reúne o maior número de obras de Benetazzo já encontradas – todas espalhadas em casas de amigos e parentes. A exposição coroa o inédito projeto desenvolvido desde 2014 pela Coordenação de Direito à Memória e à Verdade da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo (CDMV/SMDHC). Saiba mais

Antonio Benetazzo, Basta de manias (Divulgação)

BANCO DO CONHECIMENTO
ARTISTAS: ANTONIA ALMEIDA E FÁBIO ESTEVES
CURADORIA: BRUNO SIMÕES
DE 31/3 A 30/4
GALERIA NICOLI 

A Galeria Nicoli abre uma nova exposição, voltada ao trabalho dos designers Antonia Almeida e Fábio Esteves, do estúdio 80e8, entre os dias  31 de março (abertura às 18h30, para convidados) e 30 de abril de 2016. A mostra tem curadoria de Bruno Simões e apresenta a série Banco do Conhecimento, que dá nome à exposição. Neste trabalho, que une conceito (“O conhecimento como sustento do homem”), experimentação e funcionalidade, dois livros alinhados folha a folha, sem cola ou qualquer outro adesivo, formam o assento do banco, sustentado por cabos de aço que distribuem as forças para a estrutura metálica. Saiba mais

Detalhe do Banco do Conhecimento do Estúdio 80e8 (Divulgação)

RAZÃO CONCRETA
ARTISTAS: VÁRIOS
CURADORIA: CELSO FIORAVANTE
DE 31/3 A 20/4
GALERIA BERENICE ARVANI

A Galeria Berenice Arvani apresenta, entre os dias 31 de março e 20 de abril de 2016, a coletiva “Razão Concreta”, mostra que acontece simultaneamente à SP-Arte. Sob curadoria de Celso Fioravante, a exposição conta com cerca de 40 obras de 28 artistas, datadas do início dos anos 1950 (obras de João José Costa, Maurício Nogueira Lima, Alberto Teixeira e outros) até 2015 (pinturas de Helô Alcântara Machado e Lucia Glaz). A mostra “Razão Concreta” prioriza trabalhos pouco exibidos, oriundos de coleções particulares e do legado dos próprios artistas, assim como obras raras, que participaram de Bienais e outras importantes mostras. Saiba mais

Ubi Bava, Sem título - guache sobre cartão, 75 x 53 cm (Divulgação)

Cadastre-se em nossa newsletter e receba o e-book Conservação de Esculturas em Espaços Públicos
Cadastre-se em nossa newsletter e receba o e-book Conservação de Esculturas em Espaços Públicos