AGENDA DAS ARTES

Voltar

Periscópio

Artistas: Vários

Curadoria: Fernando Velázquez

De 9/7 a 6/8

Zipper Galeria Ver mapa

Endereço: Rua Estados Unidos, 1494 - Jardim América - São Paulo - SP CEP 01427-001

Telefone: 11 4306-4306

Em “Periscópio”, nova exposição que a Zipper Galeria inaugura no dia 9 de julho (sábado), 26 artistas de diferentes nacionalidades apresentam trabalhos que exploram as novas mídias e suas tangentes a partir de diversas perspectivas e interesses. O título faz referência ao instrumento óptico com o qual é possível enxergar além do campo de visão. De forma similar, as obras selecionadas pelo artista e curador Fernando Velázquez sugerem uma reflexão sobre como o surgimento de novas tecnologias e seus adventos podem gerar outras formas de pensamentos além das tradicionais. Seja pela percepção sensorial, pela construção de conhecimento ou pelas relações sociais transformadas, essas novas técnicas também expandem o campo das artes visuais. A mostra permanece em cartaz até o dia 6 de agosto de 2016, com entrada livre e gratuita.

Guto Nóbrega, Breathing, 2008 - escultura híbirda (Divulgação)

A história da arte evidencia que as mudanças trazidas com o tempo – ora na pintura, na fotografia ou no cinema, por exemplo – não devem ser vistas como uma quebra, mas como um processo mais amplo. Toda nova mídia se molda como um decalque de alguma ou diversas mídias precedentes, conquistando lentamente sua autonomia técnica e discursiva. O corpo de trabalhos e processos apresentados em "Periscópio" parte da premissa de que estamos atravessando um destes períodos de transição estimulado pelas tecnologias digitais.

Em diferentes linguagens, os trabalhos contemplados na coletiva atravessam o imaginário contemporâneo, estimulados pelo uso das tecnologias digitais. Entre os artistas que participam da exposição, estão a israelense radicada em Nova York Nurit Bar-Shai, que estuda o sistema de comunicação de bactérias e como elas reagem em contato com variadas frequências e ondas sonoras, e a brasileira Anaisa Franco, que traz uma escultura sensitiva desafiando a imaginação pela mistura entre a robótica e a psicologia. Há também um projeto de vídeo-animação de Mike Pelletier e uma escultura de fogo controlada pelo cérebro, assinada pelo mexicano Jaime Lobato.

Anaisa Franco, Confusão, 2014 - escultura sensitiva (Divulgação)

Artistas participantes
Anaisa Franco, Andy Lomas, Andrei Thomaz, Astrovandalistas, Bruno Vianna, Gabriel Menotti, Giselle Beiguelman, Guto Nóbrega, Fábia Karklin, Felipe Julian, Flora Leite e Maura Grimaldi, Henrique Roscoe, Herbert Baioco, Jaime Lobato, Julio Parente, Leandro Mendes (Vigas), Lucas Bambozzi, Marcio H Mota, Matheus Leston, Mike Pelletier, Nurit Bar-Shai, Ricardo Carioba, Richard Garet, Roberta Carvalho e Simon Fernandes.

Sobre o curador
Fernando Velázquez é artista transdisciplinar. Suas obras incluem vídeos, instalações e objetos interativos, performances audiovisuais e imagens geradas com recursos algorítmicos. Em sua pesquisa, explora a relação entre Natureza e Cultura colocando em diálogo dois tópicos principais: as capacidades perceptivas do corpo humano e a mediação da realidade por dispositivos técnicos.

Mike Pelletier, Performance Capture, 2016 - still de vídeo (Divulgação)

serviço
Exposição: “Periscópio”, coletiva com curadoria de Fernando Velázquez.
Datas e horários: Abertura dia 9 de julho, sábado, das 14h às 19h. Em cartaz até 6 de agosto de 2016. De segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 17h.
Local: Zipper Galeria | R. Estados Unidos, 1494 - Jardim América.
Entrada livre e gratuita.