AGENDA DAS ARTES

Voltar

Contemporâneo Sempre - Coleção Santander Brasil

Artistas: Vários

Curadoria: Agnaldo Farias e Ricardo Ribenboim

De 27/8 a a 5/1

Farol Santander Ver mapa

Endereço: R. João Brícola, 24 - Centro, São Paulo - SP, 01014-010

Telefone: (11) 3553-5627

Farol Santander apresenta “Contemporâneo Sempre - Coleção Santander Brasil”, mostra que revela uma parte do acervo de obras de arte do Banco Santander e fica em cartaz entre 27 de agosto e 5 de janeiro de 2020. A mostra foi organizada pelos curadores Agnaldo Farias e Ricardo Ribenboim e reúne um panorama de 70 anos da arte nacional revelando ao público pinturas, esculturas, desenhos, gravuras e fotografias. Foram selecionadas 64 obras entre os mais de dois mil trabalhos presentes no acervo do Banco Santander. 


Detalhe da obra de Claudia Andujar, Conselho de homens Xcrin-Kayapó, 1966. Créditos: Divulgação

Os curadores dividiram a exposição nas categorias Abstração, Retrato e Paisagem. "A exposição foi concebida reunindo em grupos, artistas de diversas épocas e variadas técnicas. Isso permite ao visitante compreender como cada uma dessas categorias perpassa a história da arte brasileira e da Coleção Santander Brasil”, explica Agnaldo Farias. O curador ressalta ainda o mérito da instituição de adquirir obras no momento em que foram produzidas e não em momentos em que os artistas já eram consagrados. “Os jovens artistas sublinham o compromisso da instituição com a ousadia e a experimentação”, conclui Farias.


Pintura em processo do artista Paulo Almeida. Créditos: InfoArt 

Entre as obras expostas destacam-se: Abstração: Alfredo Volpi, Sem Título (1960); Tomie Ohtake, Sem Título(1978); Manabu Mabe, Voz da Selva (1969) Retrato: Di Cavalcanti, Mulata na Cadeira (1970); Milton Dacosta, Figura (1948); John Graz, Canoeiros (1975); Paisagem: Darel Valença, Sem título (1968); Candido Portinari, Cavalo, Casebre e Paisagem, (1959); Claudia Andujar, Conselho de homens Xicrin-Kayapo, Estado do Pará, Amazônia, 1966.


Carybé, Fauna, flora e nativos brasileiros, s/d. Créditos: Divulgação

Coleção Santander Brasil
A Coleção Santander Brasil é formada por dois núcleos – artes visuais e memória institucional –, provenientes das diversas instituições bancárias que foram incorporadas ao Santander, desde o início da década de 1980.
O núcleo de artes visuais abriga muitos dos principais nomes das artes plásticas do país e contempla vários movimentos artísticos marcantes da história da arte, formando um amplo painel da produção e diversidade cultural brasileira.
As obras mais recentes foram adquiridas no momento em que foram produzidas, o que se pode verificar nas datas das criações. Esse modo de relacionamento com a produção artística sublinha o compromisso da instituição com a ousadia e a experimentação.
A coleção vem sendo ampliada nos últimos anos, por meio da aquisição de obras de arte contemporânea brasileira, majoritariamente fotografia, com trabalhos de nomes celebrados e/ou emergentes. Paralelamente, há um esforço de difusão – muitas dessas obras já participaram de exposições nas principais instituições museológicas do país.

Serviço
Contemporâneo Sempre - Coleção Santander Brasil
Datas e Horários: De 27/8 a a 5/1. De terça-feira a sábado, das 9h às 20h; domingo, das 9h às 19h (bilheteria aberta até 1h antes do encerramento).
Local: Farol Santander | Rua João Brícola, 24 – Centro (estação São Bento – linha 1, azul do metrô / Entrada acessível: Rua João Brícola, 32).
Ingressos: R$ 20 (visitação completa ao Farol Santander). Compras pelo site e na bilheteria física no local.
Entrada livre para todas as idades.