Notícias

Voltar

Prêmio APCA comemora 60 anos com museus vencedores nas categorias de artes visuais e arquitetura

Na noite de ontem (15) a APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) realizou sua festa anual, sendo esta a 59ª edição, com a entrega dos troféus aos melhores de 2015 em dez categorias, além de comemorar os 60 anos do prêmio.

Os premiados foram escolhidos em assembleia dos críticos realizada no início de dezembro de 2015 no Sindicato dos Jornalistas do Estado de S. Paulo. Foram contempladas as seguintes categorias: Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Literatura, Moda (estreia), Música Popular, Rádio, Teatro, Teatro Infantil e Televisão.

“Fazendo uma retrospectiva das seis décadas que se completam em 2016, a APCA é sem dúvida alguma a entidade que mais premiou em todo o território nacional, tendo sempre dado destaque a artistas que desenvolveram obras calcadas na valorização do ser humano na sua extrema complexidade, muitas delas projetadas na fragilidade da existência e nos parâmetros poéticosinterpretativos da intimidade comportamental”, afirma José Henrique Fabre Rolim, presidente da APCA.

Na categoria de arquitetura, destaque para os prêmios de "Obra de arquitetura no Brasil" com o vencedor a Galeria Cláudia Andujar, Inhotim – Arquitetos Associados, e o "Patrimônio cultural", com a recuperação da expografia original do MASP – Heitor Martins (presidente)/ Adriano Pedrosa (curador).

Entrega do prêmio Patrimônio Cultural

Já na categoria de Artes Visuais, foram os vencedores: Marcello Nitsche no Sesc Pompeia com o Grande Prêmio da Crítica - em Exposição Internacional: Kandinsky: Tudo Começa Num Ponto  no CCBB - Exposição: Sergio Camargo – Luz e Matéria, no Itaú Cultural - Retrospectiva: A Gravura de Arthur Luiz Piza, na Estação Pinacoteca - Fotografia: Christian Cravo – Luz & Sombra, no Museu Afro-Brasil - Obra Gráfica: Palavra em Movimento – Arnaldo Antunes, no Centro Cultural dos Correios.

Votaram: Antonio Santoro Jr., Antonio Zago, Dalva Abrantes, João J. Spinelli, José Henrique Fabre Rolim, Luiz Ernesto Machado Kawall e Ricardo Nicola.