Notícias

Voltar

Pinacoteca realiza debates gratuitos sobre produção dos artistas afrodescendentes brasileiros

Seguindo as comemorações que marcam o aniversário de 110 anos da Pinacoteca do Estado, nos dias 30 de abril e 07 de maio o espaço realiza Seminário Territórios: Artistas Afrodescendentes no Acervo da Pinacoteca. A iniciativa vai promover gratuitamente palestras e mesas-redondas que visam discutir a produção dos artistas afrodescendentes brasileiros. O evento é gratuito e acontecerá das 10 às 16 horas no auditório da Estação Pinacoteca. Necessária inscrição prévia. 

Miguelzinho Dutra. Itu, SP, 1810 - Piracicaba, SP, 1875. Sem título, entre 1830 e 1875. Tinta ferrogálica sobre papel, 20,3 x 16,6 cm. Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil. Doação da Família Dutra, 2005 . Crédito fotográfico: Isabella Matheus

“Por motivos diversos, esses artistas não figuram na historiografia hegemônica da história da arte brasileira e, portanto, são estudados sem o devido zelo, ou estão relegados apenas a espaços que se dedicam a salvaguardar e propagar a cultura afro-brasileira. Nossa intenção é trazer esse assunto à tona e promover a troca de ideias. Uma proposta complementar às múltiplas relações, reflexões e descobertas proporcionadas pela exposição temporária de mesmo nome que segue em cartaz até 13 de junho”, explica o diretor geral da Pinacoteca Tadeu Chiarelli, também curador da mostra em questão.

Profissionais, acadêmicos e artistas como Emanoel Araújo, Renata Bittencourt, Janaina Barros, Nelson Fernando Inocêncio, José Nabor Júnior, Claudinei Roberto, Renata Felinto e Alexandre Araujo Bispo estão confirmados na programação do seminário. Jaime Lauriano, Sidney Amaral, Rosana Paulino, Peter de Brito, Flávio Cerqueira, Rômmulo Vieira Conceição e Genilson Soares também falarão acerca de suas produções, da cena da arte brasileira atual e do papel das instituições neste contexto.

Firmino Monteiro. Rio de Janeiro, RJ, 1855 - Niterói, RJ, 1888. Bandeira do Divino, 1884. Oléo sobre tela. 89 x 146 cm. Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil. Compra do Governo de Estado de São Paulo, 2001. Crédito fotográfico: Isabella Matheus

PROGRAMAÇÃO

30 de abril
Manhã – 10h às 12h30
Tema: Artistas Afrodescendentes na História da Pinacoteca do Estado
10h às 12h - Depoimento
Emanoel Araujo, artista e diretor do Museu Afro Brasil
Mediação: Tadeu Chiarelli, diretor geral da Pinacoteca do Estado

12h às 12h10
José Nabor Júnior, editor-chefe da revista O Menelick 2º Ato
12h10 às 12h30
Stand de distribuição da revista O Menelick 2º Ato

Tarde – 14h00 às 15h50
Tema: Artistas e instituições: é preciso colorir para enxergar

14h00 às 14h20 - Comunicação
Renata Bittencourt – UFC/Secretaria de Estado da Cultura
As instituições brasileiras em relação à produção de artistas afrodescendentes

14h20 às 15h50  – Mesa redonda
Janaina Barros – Universidade de São Paulo
Tema: Os artistas afrodescendentes e a visibilidade de suas produções em instituições de arte
Nelson Fernando Inocêncio – Universidade Federal de Brasília
Tema: Artistas afrodescendentes no acervo do Museu Afro Brasil
Mediação: Claudinei Roberto – curador independente

Flavio Cerqueira. São Paulo, SP, 1983. Antes que eu me esqueça, 2013. Pintura eletrostática sobre bronze, espelho e madeira. 123 x 62,5 x 25 cm. Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, Brasil. Doação da Associação Pinacoteca Arte e Cultura – APAC, obra em processo de tombamento. Crédito fotográfico: Galeria Casa Triangulo

07 de maio
Manhã 10h30 às 12h20
Tema: Artistas e História: é preciso rever para compreender

10h30 às 10h50 - Comunicação – Alexandre Araujo Bispo – O Menelick 2º Ato, Diretor da DACE/ CCSP e curador independente
Atuação dos artistas afrodescendentes no cenário internacional e a revisão histórica e crítica acerca do protagonismo dos afrodescendentes

10h50 às 12h20
Depoimentos de: Jaime Lauriano, Sidney Amaral e Rosana Paulino
Mediação: Renata Felinto – O Menelick 2º Ato e Universidade Regional do Cariri, no Ceará.

Tarde – 14h00 às 15h50
Tema: Artistas e a Forma: é preciso criar para existir

14h00 às 14h20 - Comunicação – Peter de Brito – Artista visual; coletivo A Presença Negra
Artistas afrodescendentes como artistas cuja origem étnica racial não é condição imprescindível para disparar o processo criativo

14h20 às 15h50
Depoimentos de: Flávio Cerqueira, Rômmulo Vieira Conceição e Genilson Soares
Mediação e fechamento do seminário: Diretor Tadeu Chiarelli.

Para participar basta enviar um e-mail para pinacotecasp@pinacoteca.org.br . A inscrição é gratuita. É possível garantir vaga para os dois dias ou só para um deles. Mais informações no (11) 3335-4990.