Notícias

Voltar

Mostras de artes visuais em SP durante o final de semana

O mês de setembro voou e chega ao seu último final de semana! Com ele se vão outras excelentes exposições de artes visuais que estiveram em cartaz em São Paulo nos últimos dias. Mas segunda-feira já é outubro e o circuito das artes paulistana, como de costume, não para! 

Duas novas exposições estreiam suas exibições neste sábado (30), mas o destaque é a comemoração do aniversário do MASP, que em outubro completa 70 anos, e preparou uma programação especial para festejar suas 7 décadas de história. No primeiro domingo do mês, 1 de outubro, dia em que a avenida Paulista está aberta a transeuntes, o Museu ocupará o Vão Livre com shows de músicos independentes. Na segunda-feira (2), data oficial de sua inauguração, o museu estará aberto, com entrada gratuita e horários estendidos. 

Confira a seguir a seleção que o InfoArtSP fez com as aberturas que ocorrem no final de semana, e de outras mostras que encerram suas exposições também durante os próximos dias. Programe-se: 

ABERTURAS

Geníaco
Artistas: Emanoel Araújo, Gilvan Samico e Mário Cravo Neto
Curadoria: Paulo Azeco
De 30/9 a 4/11
Galeria Base

Composta por 17 obras, entre esculturas, xilogravuras e fotografias, a coletiva busca valorizar a cultura nacional - no sentido mais impactante e restrito que este conceito possa ter -, destacando a simbologia, o etéreo e as religiosidades portuguesa e africana, elementos em comum na produção destes três artistas e presentes no imaginário do povo brasileiro. Saiba mais.

Mário Cravo Neto - Figura Voodoo, 1988. Fotografia (gelatina e prata), 45 x 45 cm.

Gerben Mulder
Artista: Gerben Mulder
De 30/9 a 18/11
Galeria Fortes D'Aloia & Gabriel - Galpão

Gerben Mulder realiza sua quarta exposição com a Fortes D’Aloia & Gabriel e, desta vez, ocupa o espaço Galpão da galeria, na Barra Funda. O artista holandês apresenta doze pinturas inéditas repletas de personagens excêntricos que evocam imagens épicas e narrativas oníricas. Mulder explora um repertório arquetípico do subconsciente e o materializa através de pinceladas vigorosas e velozes, de forma que as narrativas presentes se revelam não apenas nas imagens, mas no próprio tecido da pintura. Saiba mais.

Gerben Mulder- Black Fe, 2017. Óleo sobre tela [Oil on canvas], 96 x 101.5 cm. Photo: Divulgação / Fortes D'Aloia & Gabriel.

ÚLTIMOS DIAS

Nada levarei quando morrer
Artista: Miguel Rio Branco
Curadoria: Adriano Pedrosa
Até 2/10
MASP

A mostra exibe uma seleção de 61 fotografias da famosa série Maciel, realizada no bairro homônimo, na região do Pelourinho, em Salvador, que o artista frequentou durante seis meses, em 1979. As fotografias retratam cenas de ambientes públicos e privados, como prostíbulos, bares, calçadas e quartos, de personagens que vivem e convivem em uma área estigmatizada e marginalizada pela prostituição, pobreza e criminalidade. A mostra "Tracey Moffatt: Montagens" também encerra no dia 2 de outubro, dia oficial do aniversário do MASP, que estará aberto e terá entrada gratuita e horário de visitação estendido, das 10h às 22h. Saiba mais.

Miguel Rio Branco, sem título, da série Maciel, 1979.

Endoexorama
Artista: Francisco Rosa
Até 30/9
Luis Maluf Art Gallery

A mostra exibe 14 esculturas inéditas do artista reconhecido por desenvolver as suas obras através do manuseio de fios de arame, como alumínio, galvanizado, ferro recozido e cobre - importante ressaltal que Rosa tem na sua arte, um olhar voltado à sustentabilidade, por reaproveitar e dar outros significados aos fios de arame na sua poética e nas suas criações. Nesta individual, Francisco sugere um olhar e uma reflexão sobre o que acontece dentro e fora de cada uma de suas esculturas; por este motivo, a mostra chama-se "Endoexorama", neologismo criado pelo artista. Saiba mais.

Créditos: Divulgação.

Corpo Capital
Artista: Francisco Hurtz
Até 30/9
Galeria Tato

Uma questão contemporânea urgente é a complexa relação de poderes entre corpos em uma sociedade estruturalmente desigual. Através da sua pesquisa sobre masculinidades, Francisco Hurtz desvela os mecanismos de manutenção de estruturas de poder e a manutenção da desigualdade através da repetição de padrões de vidas socialmente aceitáveis, silenciamentos sociais estratégicos, marginalizações, eliminação de corpos indesejados e naturalização da violência contra minorias, através da quebra da representação do Homem nas Artes Visuais. Saiba mais.

Francisco Hurtz.

Foram ao Norte para chegar ao Sul
Artista: Graciela Sacco
Curadoria: Diana Wechsler
Até 30/9
Zipper Galeria

Um dos principais nomes da produção argentina contemporânea, Graciela Sacco (1956) encerra sua primeira exposição individual no Brasil no próximo sábado (30). A mostra reúne instalações, vídeos, fotografias e objetos da artista, que é reconhecida por desenvolver técnicas inovadoras de impressão fotossensíveis, rompendo com suportes tradicionais. Influenciado pelo conceitualismo latino-americano dos anos 1960, o trabalho da artista tem forte implicação política e se expressa, frequentemente, na evidenciação de conflitos e tensões, sejam sociais, políticos, econômicos, entre sujeito e objeto, luz e sombra, espaço e suporte. Saiba mais.

Graciela Sacco

Manifesto Gráfico
Artistas: Vários
Curadoria: Rico Lins
Até 8/10
Espaço Cultural Porto Seguro

Uma seleção de 120 trabalhos do acervo pessoal do artista gráfico Rico Lins, que também apresenta cartazes de sua autoria, traz um amplo leque de trabalhos gráficos de todo o mundo. Entre as muitas questões que abarca, "Manifesto Gráfico" propõe uma discussão acerca do lugar ocupado pelo cartaz hoje, sua função inicial de comunicação em espaços públicos, as derivações ao longo da história - incluindo a atribuição de obra de arte, o contraste entre as produções nacionais e estrangeiras e a transposição da peça para o universo digital. Saiba mais.

Cartazes da mostra "Manifesto Gráfico" (Foto: InfoArtSP)

Buying is fun, paying hurts
Artista: Martin Kippenberger
Até 30/9
Galeria Bergamin & Gomide

Artista multifacetado e reconhecido por sua singularidade sarcástica, o alemão Martin Kippenberger é um dos nomes mais importantes da arte contemporânea internacional. São múltiplas as facetas deste que sempre se recusou a escolher um suporte ou um estilo específico - pintor, escultor, desenhista. Kippenberger também foi designer gráfico e criou centenas de posters e convites para suas exposições. Na mostra, o foco principal é a grande produção de cartazes e convites feitos pelo artista; ao todo 171 posters e 180 convites de exposição. Saiba mais.

1995 - Martin Kippenberger.

Doka_
Artistas: Vários
Até 30/9
Galeria Virgílio

A mostra coletiva de fotografia recebe livros de autor e 80 obras de oito fotógrafos do grupo formado por alunos e egressos do curso “Fotografia Autoral”, ministrado por Marcelo Greco no MAM-SP. Nas salas da galeria são apresentados conjuntos com ampliações de dimensões variadas de obras de todos os artistas, ora também alçados à condição de autores, tendo em vista que alguns deles apresenta livros de artista artesanais, além dos trabalhos fotográficos inéditos. Saiba mais.

Re'gis De Gasperi. Série Thereafter. 2015-2017. 50 x 75 cm.

Você pode conferir essas e outras exposições em cartaz em São Paulo na agenda do InfoArtSP. Perdeu a nossa última seleção com as mostras em destaque na cidade? Confira aqui.