Notícias

Voltar

Morre Frans Krajcberg, escultor, pintor e fotógrafo defensor da natureza

Morreu nesta quarta-feira (15), aos 96 anos, o artista plástico Frans Krajcberg. Polonês naturalizado brasileiro e apaixonado pelo país, Krajcberg viveu desde os anos 1970 no Sítio Natura, na cidade de Nova Viçosa, sul da Bahia, onde mantinha seu ateliê e ergueu, com recursos próprios, o Museu Ecológico Frans Krajcberg. O artista estava internado no Hospital Samararitano, no Rio de Janeiro, com um quadro de saúde frágil por conta de uma infecção generalizada. Seu corpo será cremado nesta quinta-feira (16), no Rio, e suas cinzas levadas para o sítio em Nova Viçosa, como era seu desejo.

Frans Krajcberg

“Deixou tudo para o governo da Bahia, por escrito, para que terminassem o museu. Lá estão guardadas umas 300 peças”, conta Anna Letycia, amiga e gravadora que conviveu com o artista nos últimos 60 anos. “Ele trabalhou até o fim, com três ou quatro ajudantes, naturalmente. Estava com vários problemas de saúde, uma doença terrível na pele.”

Sobrevivente da Segunda Guerra – período em que perdeu familiares de origem judia em campos de concentração nazista -, Krajcberg foi um grande defensor da natureza e tinha a preservação como ponto fundamental em sua produção artística, denunciando a interferência humana em trabalhos que transitam pela pintura, escultura, gravura e fotografia. Suas obras mais conhecidas são esculturas feitas a partir de troncos e raízes de árvores calcinadas por incêndios que transformaram áreas verdes em pastos. Mesmo apesar da saúde e da idade avançada, seguiu produzindo e percorreu o país para denunciar o assassinato de índios, a exploração de minérios, o desmatamento e outros crimes ambientais, questões que faziam parte de sua pesquisa artística.

Vivendo no Brasil desde 1948 – tendo recebido o título de Cidadão Baiano em 2008, mesmo ano em que ganhou o grande prêmio da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) -, o artista lutou durante todo o período pela conservação da natureza e plantou mais de 10 mil mudas de árvores nativas.

Trabalhos de Frans Krajcberg na mostra Natura, em São Paulo.

As informações são do Estadão.

Receba o e-book do projeto de Conservação de Esculturas em Espaços Públicos