Notícias

Voltar

Artivistas realizam intervenção durante revezamento da Tocha Olímpica

Um grupo de artistas e ativistas aproveitou o momento do revezamento da Tocha Olímpica em Ubatuba, na última quarta-feira (27), para jogar notas de dinheiro customizadas no condutor da tocha, realizando, de maneira consciente e criativa, uma crítica à corrupção e à falta de transparência dos investimentos financeiros do Brasil no evento. As cédulas chamam a atenção para os #ReaisCampeões das Olimpíadas: das metas ambientais olímpicas não cumpridas no país até a maior taxa de homicídios do mundo.

As crianças se divertiram recolhendo o dinheiro de mentira e se informando sobre os #ReaisCampeões (Créditos: Adriano Choque)

O condutor da tocha no momento da performance foi o artivista Mundano, 30, que realizou um tombo simbólico das Olimpíadas segundos antes. “Essa intervenção não tinha o objetivo de apagar a tocha ou desrespeitar o espírito olímpico, pelo contrário, o que entendemos por #espíritoolímpico é quando nossas atitudes e esforços transcendem a competição e a superação de obstáculos e levam uma mensagem para além do esporte. As cédulas que voaram no céu de Ubatuba hoje representam o dinheiro do brasileiro que foi roubado por nossos governantes em toda nossa história. O custo das obras olímpicas gira em torno de R$ 40 bilhões e infelizmente não deixará o legado prometido”, explica Mundano.

OS REAIS CAMPEÕES
A construção coletiva das cédulas entre os artistas Aliados, Apce, Diego Tiradentes, Enivo, Mundano, Subtu e Tre teve como premissa criar uma nova moeda utilizando a releitura das cédulas de Real. As #ReaisCampeões destacaram 7 categorias em que a República Federativa do Brasil é Campeã Olímpica: Número de Homicídios, Assassinatos de Ambientalistas, Assassinatos de Transexuais, Destruição de Florestas, Desastre Ambiental com barragem, Uso de Agrotóxicos e o Não Cumprimento de Nenhuma Meta Olímpica.

Confira algumas das cédulas espalhadas durante a performance:

Artista: Aliados, Cédula 1 RealCampeão (Crédito: Adriano Choque)

Artista: Tre, Cédula 10 ReaisCampeões (Crédito: Adriano Choque)

Artista: Mundano, Cédula 50 ReaisCampeões (Crédito: Adriano Choque)

Artista: Enivo, Cédula 100 ReaisCampeões (Crédito: Adriano Choque)

(Crédito: Adriano Choque)

Receba o e-book do projeto de Conservação de Esculturas em Espaços Públicos