AGENDA DAS ARTES

Voltar

Tão diferentes, tão atraentes

Artistas: Vários

Curadoria: Paulo Miyada

De 16/8 a 15/10

Carbono Galeria Ver mapa

Endereço: Rua Joaquim Antunes, 59 - Jd. Paulistano

Telefone: (11) 4564-8400 / (11) 4564-8300

A Carbono Galeria inaugura no dia 16 de agosto de 2017, durante a Semana de Arte, a exposição "Tão diferentes, tão atraentes", com curadoria de Paulo Miyada e participação de 10 artistas.

A mostra reúne obras de Adriano Costa, Ana Prata, Beto Shwafaty, Daniel Senise, Jac Leirner, Janina McQuoid, Leda Catunda, Lucia Koch, Pedro França e Tiago Mestre, produzidas especialmente para a exposição a partir da proposição apresentada por Miyada, que aborda a questão de como obras de arte podem ser confundidas com objetos, a partir de uma funcionalidade. Em cartaz até 15 de outubro de 2017 com entrada gratuita.


Adriano Costa - Trabalho de Prancheta, 2017. (Foto: Gui Gomes)

Sobre a exposição, o curador escreve: "A chave, aqui, é enfatizar a relação inversa: que o que vale para as obras de arte valerá para os objetos cotidianos, em igual ou maior medida. A proposta em 'Tão diferentes, tão atraentes' é comissionar e apresentar obras de arte que são também objetos e que, como obras e como objetos, têm a expectativa de estar futuramente na casa de alguém, subsistir em ambiente doméstico, seja lá o que tal ambiente tenha se tornado hoje."

As obras, no total 13, passam a fazer parte do acervo de edições da Carbono, que conta hoje com diversos trabalhos de importantes e conceituados artistas. O coletivo escolhido pelo curador, traz artistas da geração 80, como Jac Leirner, Daniel Senise e Leda Catunda, de reconhecimento internacional, como também artistas jovens que estão despontando na cena artística brasileira, como o Pedro França e a Janina McQuoid.


Leda Catunda - Amor e romance, 2017. (Foto: Gui Gomes)

"Os artistas foram convidados em função de seu interesse recorrente por aspectos da arte compartilhados com os do habitar: seja o design como disciplina e condensação de modelos para a vida, seja o ornamento e a decoração como pensamento imagético (cultural e identitário) realizado no espaço social ou, ainda, o flerte com a possibilidade de uso efetivo pelo espectador/usuário.", comenta Paulo Miyada.

Se, por um lado, esse desejo fez com que muitos trabalhos se aproximassem de arquétipos de mobiliários e ornamentos – azulejos, bibelôs, cortinas, bancos, luminárias, maçanetas...–, por outro, é fácil constatar que seus projetos provocam algum tipo de hiato que os distanciam de esquemas plausíveis para a indústria atual. 


Ana Prata - Sem título, 2017. (Foto: Gui Gomes)

Sobre o curador
Curador e pesquisador de arte contemporânea. Possui mestrado em História da Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (FAU-USP), SP, pela qual também é graduado. É curador do Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, SP, onde coordena o Núcleo de Pesquisa e Curadoria e colaborou com diversas exposições, entre elas Tomie Ohtake 100-101 (2015), Nelson Felix: Verso (2013) Paulo Bruscky: Banco de Ideias (2012) e o programa Arte Atual (desde 2013). Também no Instituto, co-coordena o programa de cursos da Escola Entrópica, em que é professor. Foi assistente de curadoria da 29ª Bienal de São Paulo (2010) e integrou a equipe curatorial do Rumos Artes Visuaisdo Itaú Cultural (2011-2013) e da edição retrospectiva desse programa realizada em 2014. Foi curador adjunto do 34º Panorama da Arte Brasileira: Da pedra, da terra, daqui, no Museu de Arte Moderna de São Paulo, SP (2016). Foi curador das mostras coletivas A parte que não te pertence, Wiesbaden, Alemanha (Kunsthaus Wiesbaden, 2014), A parte que não te pertence, Madri, Espanha (Galeira Maisterravalbuena, 2014), Boletim, São Paulo, SP (Galeria Millan, 2013), É preciso confrontar as imagens vagas com os gestos clarose Em direto (Oficina Cultural Oswald de Andrade, 2011 e 2012), entre outras.

Serviço
Exposição: "Tão diferentes, tão atraentes", coletiva com curadoria de Paulo Miyada.
Datas e Horários: Abertura dia 16 de agosto, quarta-feira, às 19h. Em cartaz até o dia 15 de outubro de 2017. De segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 15h.
Local: Carbono Galeria | Rua Joaquim Antunes, 59 - JD. Paulistano.
Entrada livre e gratuita.