AGENDA DAS ARTES

Voltar

[ r e ] f o r ma

Artistas: Marcelo Di Benedetto

Curadoria: Eder Chiodetto e Giovanni Pirelli

8/6 até 22/7

Galeria Nicoli Ver mapa

Endereço: Rua Peixoto Gomide, 1.736 - Jardim Paulista

Telefone: (11) 3062-7430

O título da primeira individual de Marcelo Di Benedetto, refere-se ao seu trabalho de pesquisa que envolve, principalmente, o concreto e suas possibilidades. Dentro de um universo de memórias, que o material reutilizado pelo artista traz intrínseco, estão também as referências figurativas de cada obra. Memórias de fotos, de um monóculo, fotos de família, referências que Marcelo guarda em sua bagagem de viagens e de sua trajetória em família.

“O concreto é um material que me faz pensar na passagem da infância para a vida adulta. Somos maleáveis quando crianças e enrijecemos, petrificamos ao longo da vida”, diz o artista.

Entre as camadas do concreto armado, nas estruturas de madeira e ferro, Marcelo explora matizes e texturas do material num processo que evoca técnicas de construção resgatados das lembranças da infância acompanhando seu pai, engenheiro calculista, nas visitas às obras. Resignificando, mais uma vez, o eco de suas memórias.


Obra:Marcelo Di Benedetto (divulgação)

 

Sobre o artista
Marcelo Di Benedetto, de 1986, nasceu em Maringá, PR. Atualmente vive e trabalha no centro da cidade de São Paulo. O jovem artista, formado em Arquitetura pela UEM/PR, e Artes Plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP, começou a desenvolver seu trabalho inspirado nas memórias das visitas que fazia com seu pai, engenheiro civil, às obras. Dessa memória da proximidade com o material das construções, e dos entulhos, que seu trabalho começa a ser concebido. Seu estilo particular e técnica, podem ser facilmente reconhecidos tanto nas narrativas figuradas nas peças de concreto, quanto nos seus escultóricos móveis de design incomum e arquitetura brutalista. Trabalho de design que desenvolve na Oficina UmaUma, dupla que conta com o artista e a sua amiga e design Fernanda Barretto.

Marcelo já participou de várias feiras e exposições em São Paulo, entre as principais estão a Feira Parte, no Paço das Artes; Design Weekend; Lambes na Laje na Red Bull Station e Coletiva Acervo da Galeria Nicoli.

Obra:Marcelo Di Benedetto (divulgação)

Os curadores
EDER CHIODETTO é curador especializado em fotografia, Mestre em Comunicação e Artes pela ECA/USP, jornalista, fotógrafo, cordenador do Ateliê Fotô, curador do Clube de Colecionadores de Fotografia do MAM-SP, Curadoria em Fotografia: da pesquisa à exposição (Ateliê Fotô/Funarte), entre outros. Entre suas principais curadorias estão Olhar e Fingir – Fotografias da Coleção Auer, MAM-SP; A Invenção de um Mundo – Acervo da Maison Europeénne de la Photographie, Itaú Cultural; Geração 00: A Nova Fotografia Brasileira, Sesc Belenzinho; O Elogio da Vertigem: Coleção Itaú de Fotografia Brasileira (Maison Europeénne de la Photographie, Paris, 2012), Mytologies (Shisheido Galery, Tóqui, 2012), entre outras.

GIOVANNI PIRELLI, nascido em Milão, vive e trabalha em São Paulo. É curador residente na Galeria Nicoli, com quem colabora desde 2015. Co-diretor do Centro Cultural Experimental Marieta, no centro de São Paulo, onde realiza cursos de curadoria, música, cinema, editoria, residências artísticas, entre outros; além de conduzir como diretor a produtora Cactus.

Serviço:
Abertura: 08 de junho, das 18h às 22h
Visitação: até 22 de julho de 2016
Segunda a sexta, das 10:30 às 18:30; sábado das 11 às 16 horas