AGENDA DAS ARTES

Voltar

Parrtificial

Artistas: Martin Parr

Curadoria: Iatã Cannabrava

De 18/6 a 31/7

MIS - Museu da Imagem e do Som Ver mapa

Endereço: Avenida Europa, 158 - Jardim Europa - São Paulo - SP CEP 01449-000

Telefone: (11) 2117-4777

Anualmente, o Museu da Imagem e do Som (MIS) realiza mostras exclusivas de fotografias com obras de artistas nacionais e internacionais no projeto "Maio Fotografia". Neste ano, a mostra acontece excepcionalmente nos meses de junho e julho, quando todos os espaços expositivos do Museu serão ocupados por obras de artistas singulares e fundamentais na história da fotografia. Para a edição 2016 está programada uma mostra do fotógrafo britânico Martin Parr, a maior já realizada na América do Sul, uma mostra de Jorge Bodanzky e uma exposição do Acervo MIS sobre o Vale do Ribeira. O Maio Fotografia no MIS ainda conta com a mostra "Vertentes: Espaço de dentro", de André Conti, um dos artistas selecionados pelo programa Nova Fotografia 2016. As mostras permanecem em cartaz entre os dias 18 de junho e 24 de julho de 2016.

Benidorm, Spain, 1997 (® Martin Parr, Magnum Photos/Galeria Lume)

Intitulada "Parrtificial", e com curadoria de Iatã Cannabrava, a mostra de Martin Parr é composta por 244 fotos e ocupará todo o primeiro andar do MIS. Esta é a maior retrospectiva do artista já realizada na América do Sul. Martin Parr é um dos grandes nomes da fotografia contemporânea, conhecido por projetos fotográficos que capturam a intimidade de forma satírica, principalmente os aspectos da vida moderna, em especial documentando as classes sociais da Inglaterra. Parr realizará uma palestra gratuita na abertura da exposição no dia 18 de junho.

Muitas vezes, quando entrevistado, Martin Parr justifica seu humor como derivado da tradição britânica de ironia. “Em 'Parrtificial', fica evidenciado que mais do que os britânicos e mais do que a maioria dos fotógrafos, ele constrói um discurso sério através de elementos como o sarcasmo, o humor, e obviamente a ironia. É possível afirmar que estamos diante de um dos maiores críticos da sociedade contemporânea, e seu método é, sem dúvida, não só contemporâneo, mas extremamente ácido e sarcástico, apresentando ao expectador um mundo de consumismo delirante, fútil, ou melhor, um mundo real”, descreve o curador Iatã Cannabrava. "O nome Martin Parr já é uma referência quando se trata da discussão da artificialidade e do consumismo no mundo contemporâneo, a brincadeira 'Parrtificial' no nome da exposição reforça e funciona como uma hipérbole, um exagero para frisar o recado”, explica Cannabrava sobre o título da mostra.

Mexico, 2003 (® Martin Parr, Magnum Photos/Galeria Lume)

A mostra
A exposição está dividiva em sete áreas: SELF-PARRTRAIT (composta por autoretratos do fotógrafo e onde os visitantes poderão tirar uma self com um “Martin Parr em tamanho real”), BOOKSHOP (fotolivros de Parr e de sua enorme coleção particular), WE LOVE BRITAIN (trabalhos que satirizam os clichês do estilo de vida britânico), BORED COUPLES (Parr e sua visão dos casais que “perderam o brilho nos olhos”), PARR’S LABYRINTH (Parr observa e tece sua sátira sobre o turismo global e toda a gama de lugares prediletos dos turistas), LIFE’S IS A BEACH (fotografias realizadas nas andanças pelas praias da Europa, América Latina, EUA e México, com seu olhar atento para o comportamento muitas vezes bizarro dos banhistas) e MARTIN’S SQUARE (a sociedade de consumo retratada por Parr em imagens ampliadas no salão nobre do MIS: o Espaço Redondo).  “As divisões têm como objetivo criar um caminho didático, poético e cronológico, propondo ao espectador um diálogo entre culturas e, por consequência, uma visão global do mundo de hoje", diz o curador.

New Brighton, England. From 'The Last Resort', 1983-8 (® Martin Parr, Magnum Photos/Galeria Lume)

Sobre o artista
Martin Parr é um dos fotógrafos documentais mais famosos de sua geração. Com mais de noventa livros de sua própria autoria publicados, e outros trinta editados por ele, já estabeleceu seu legado fotográfico. Parr também trabalha como curador e editor. Já foi o curador de dois festivais de fotografia – Arles (França), em 2004; e a Bienal de Brighton (Inglaterra), em 2010. Mais recentemente, foi curador da exposição "Strange and Familiar" [Estranho e familiar], no Barbican, em Londres. Parr é integrante da agência Magnum desde 1994 e, atualmente, ocupa a posição de presidente da associação. Em 2013, foi nomeado professor visitante de fotografia da Universidade de Ulster (Irlanda do Norte). Seu trabalho integra coleções de muitos dos museus mais importantes – da galeria Tate (Londres) ao Centro Pompidou (Paris), passando pelo MoMA (Nova York).

GB. New Brighton, England. From 'The Last Resort', 1983-85 (® Martin Parr, Magnum Photos/Galeria Lume)

serviço
Exposção: "Parrtificial", de Martin Parr com curadoria de Iatã Cannabrava.
Datas e horários: Abertura dia 18 de junho, às 12h (entrada gratuita). Em cartaz até 24 de julho de 2016. De terças a sábados, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 20h.
Local: MIS - Museu da Imagem e do Som | Avenida Europa, 158 - Jardim Europa.
Entrada: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia). Classificação etária livre.