AGENDA DAS ARTES

Voltar

Letizia Battaglia: Palermo | Sergio Larrain: um retângulo na mão

Artistas: Letizia Battaglia e Sergio Larrain

Curadoria: Paolo Falcone e Agnès Sire

De 27/4 a 22/9

Instituto Moreira Salles Paulista Ver mapa

Endereço: Avenida Paulista, 2424 - São Paulo, SP

Telefone: (11) 2842-9120

O Instituto Moreira Salles (IMS) apresenta "Letizia Battaglia: Palermo" e "Sergio Larrain: um retângulo na mão". As exposições ficam em cartaz de 27 de abril a 22 de setembro. Na abertura da exposição no próximo sábado (27), às 11h, haverá uma visita guiada com os curadores. O evento é gratuito e aberto ao público.

A festa acabou na praia de Arenella, Palermo, 1986. Foto de Letizia Battaglia

A mostra de Letizia Battaglia está localizada na galeria 2 do Instituto reúne cerca de 90 imagens, publicações e filmes e retoma a trajetória da fotógrafa no jornal L´Ora. Sua carreira no jornal pelo foi marcada por registros icônicos que vão desde o assassinato de políticos até a prisão de mafiosos. Battaglia foi consagrada por seus registros da Guerra da Máfia em Palermo, entre os anos 1970 e 1980, nos quais capturou além do conflito, o cotidiano, as transformações na cidade e a vida cultural do local. “Com a máquina fotográfica a tiracolo, me tornei testemunha de todo o mal que estava ocorrendo. Foram anos de guerra civil: sicilianos contra sicilianos. Foram assassinados os melhores juízes, os jornalistas mais corajosos, os políticos avessos à corrupção.”, relembrou a artista em texto publicado na revista piauí, em 2010. A curadoria da exposição é de Paolo Falcone, fundador e diretor artístico da Fundação Sambuca.


 As filhas do pescador, Los Horcones, Chile, 1956. © Sergio Larrain/Magnum Photo

Sergio Larrain: um retângulo na mão será exibida na galeria 3, e reúne mais de 140 fotografias, um vídeo, publicações, entre outros itens. A exposição retrata as várias fases da produção de Larrain: o começo, em Santiago, sua atuação como correspondente pela Magnum nos anos 1960, o olhar amadurecido de volta à terra natal, até sua precoce retirada, em 1978, quando opta por uma vida de isolamento. Larrain ficou conhecido por por seu olhar da paisagem e, sobretudo, dos habitantes de seu país e de tantos outros destinos por onde passou.A curadoria das obras é de Agnès Sire, diretora artística da Fundação Henri Cartier-Bresson.

Vale a pena conferir!

Serviço
"Letizia Battaglia: Palermo" e "Sergio Larrain: um retângulo na mão"
Datas e Horários: De 27/4 a 22/9. De terça a domingo e feriados (exceto segunda), das 10h às 20h. Nas quintas, até as 22h.
Local: Galerias 2 e 3 do IMS Paulista| Avenida Paulista, 2424
Entrada livre e gratuita