AGENDA DAS ARTES

Voltar

Individual de Felipe Seixas | Tempo Quando

Artistas: Felipe Seixas e Marilde Stropp

Curadoria: Douglas de Freitas e Eder Chiodetto

De 13/4 a 4-5/5

Zipper Galeria Ver mapa

Endereço: Rua Estados Unidos, 1494 - Jardim América - São Paulo - SP CEP 01427-001

Telefone: 11 4306-4306

Zipper galeria apresenta duas exposições em sua programação deste mês: a Individual de Felipe Seixas e “Tempo Quando” de Marilde Stropp. Ambas entram em cartaz no dia 13 de Abril.

Obra de Felipe Seixas. Crédito: Divulgação

Individual de Felipe Seixas
A mostra de Felipe Seixas tem curadoria de Douglas de Freitas  é a segunda do artista na galeria. Materiais como concreto, aço, asfalto, luzes e neon, recebem um tratamento de Seixas que as ressignifica tecendo dicotomias que são o alicerce de seu discurso. “Meu interesse é inserir dentro da forma a noção dialética entre o que é matéria e o que é imaterial, o que é efêmero e o que tem duração indeterminada”, completa o artista.
A discussão proposta por Seixas busca o equilíbrio entre o corpóreo e o intangível. O uso de técnicas digitais e impalpáveis está harmonicamente justaposto aos elementos materiais assim como luz e materiais opacos e sombrios, líquidos e gases e corpos rígidos. Essa mostra é maior que a anterior e reúne obras que contaram com maior espaço para sua concepção, portanto atingem uma nova dimensão. A mostra vai até 4 de Maio.

Obra de Marilde Stropp. Crédito: Divulgação

“Tempo Quando” de Marilde Stropp
A exposição de Marilde Stropp faz parte do programa “Zip Up”, um projeto criado pela Zipper com o objetivo de receber novos artistas, nomes emergentes que ainda não são representados por galerias paulistanas.
A mostra foi curada por Eder Chiodetto e apresenta 20 obras da artista. Em suas obras, Stropp mescla diversas linguagens e materiais como fotografia, objeto, gravura, chumbo, papel e tecido. “É por meio desse amálgama que ela consegue nos levar para um território inesperado de grandes embates entre formas, texturas e tonalidades gris, sintetizando sensações que apontam para a passagem do tempo e a matéria daquilo que fica impregnado na paisagem e na memória", sintetiza o curador.
O título da exposição é inspirado nos versos “Passo por passo: / Eu morro ontem / Nasço amanhã /Ando onde há espaço: / - Meu tempo é quando” do poema “Poética”(1954), de Vinicius de Moraes. “A fotografia me faz enfrentar o desmedido das imagens, criar o provável, ver o que existe se o invisível fosse visível. As imagens são interrogações que me levam a investigar os significados do tempo”, afirma a artista.  A mostra vai até 5 de Maio.
Serviço
Individual de Felipe Seixas e "Tempo Quando" de Marilde Stropp
Datas e Horários: De 13 de Abril a 4/5 de Maio. De segunda a sexta das 10h as 19h. Aos sábados das 11h às 17h.
Local: Zipper galeria| R. Estados Unidos 1494, Jardim América