AGENDA DAS ARTES

Voltar

Foto Cine Clube Bandeirante: do arquivo à rede

Artistas: Vários

Curadoria: Rosângela Rennó

De 26/11 a 20/3

MASP - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand Ver mapa

Endereço: Avenida Paulista, 1578

Telefone: 11 3251-5644

O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand abre em 26 de novembro a exposição "Foto Cine Clube Bandeirante: do arquivo à rede", com curadoria de Rosângela Rennó, curadora-adjunta de fotografia no MASP. A exposição acontece de 27 de novembro de 2015 a 20 de março de 2016, no primeiro andar.

A exposição apresentará 279 obras de 85 artistas, todos ex-integrantes do fotoclube mais influente na cidade de São Paulo, ainda em atividade desde sua fundação em 1939. As imagens retratam os anos de formação do Foto Cine Clube Bandeirante (FCCB), tornando possível conhecer a fase inicial da produção de fotógrafos que viriam a ser conhecidos como expoentes da fotografia moderna, como Thomas Farkas e German Lorca.

Thomaz Farkas, Textura, 1949, período de circulação: circa 1949 – 1953 (impressão sobre papel prata/gelatina, 31 x 28,5 cm) / MASP

Como diz o próprio título, duas noções fundamentais norteiam a exposição: a de arquivo e de rede. Arquivo é aquilo que se constituiu no último e atual endereço do Foto Cine Clube Bandeirante, na Rua Augusta, do qual um conjunto de 275  fotografias foi destinado ao MASP, em comodato, em 2014. A coleção no MASP foi pensada como "arquivo", já que cada fotografia é, de fato, um documento complexo, pois guarda no seu verso o histórico de seu percurso pelos vários salões fotográficos, ou melhor, a prova de que ela fez ou ainda faz parte de uma vasta, prolífica e duradoura rede de intercâmbio de informação e imagem. Dentro desse arquivo fotográfico, em particular, o verso das imagens se torna tão relevante quanto as imagens propriamente ditas, e a exposição, por isso, contempla a frente e o verso das fotografias.

German Lorca, Chuva na janela, 1950, período de circulação: circa 1950 – 1955 (impressão sobre papel prata/gelatina, 34 x 28 cm) / MASP

German Lorca, Chuva na janela, verso da fotografia / MASP

Dessa forma, ressaltando o aspecto da rede, as fotografias são organizadas cronologicamente a partir da data da sua primeira participação em um salão fotográfico. Além das fotografias, a exposição apresentará a lista de salões fotográficos, dos anos 1940 aos anos 1980, trechos escolhidos sobre estética fotográfica extraídos dos boletins publicados pelo FCCB, e um mapa com as localidades por onde as fotografias dos membros do foto clube passaram, exemplificando bem a ideia da rede. Assim, a exposição é resultado de uma vasta pesquisa dentro do próprio arquivo de fotos do FCCB, dos boletins e dos catálogos dos salões organizados pelo próprio foto clube.

Se a exposição "Foto Cine Clube Bandeirante: do arquivo à rede" pode ser entendida como a etapa final de um processo de legitimação da fotografia moderna brasileira que chega ao museu, ela busca situar a prática fotográfica em um contexto mais amplo que cobre o período dos anos 1940 aos 1980. Como parte desse contexto, está a importância do FCCB para a formação e capacitação dos fotógrafos amadores e profissionais, da disseminação da informação sobre um fazer específico que não era ainda ensinado nas escolas técnicas ou de arte e da formação de público para essa "nova arte", democrática e acessível.

"Foto Cine Clube Bandeirante: do arquivo à rede" originou-se da cessão de parte do acervo do Foto Cine Clube Bandeirante ao MASP, em regime de comodato, em 2014. Após o período contratual de 50 anos, as obras serão doadas ao museu e passarão a integrar a coleção de fotografia da instituição, junto com a Coleção Pirelli MASP de Fotografia. É a primeira vez que o MASP exibe o que recebeu do FCCB em sua totalidade. Além disso, outras quatro fotografias farão parte da mostra - duas de Ademar Manarini, uma de Jorge Radó e uma de Paulo Pires da Silva - também do FCCB e já doadas ao museu no ano passado.

German Lorca, Apartamentos ou Apartamento na Mooca ou Apartamentos, rua do Oratório, 1951, período de circulação: circa 1951 – 1953 (impressão sobre papel prata/gelatina, 40 x 30 cm) / MASP

Sobre a expografia
A expografia da Metro Arquitetos Associados para "Foto Cine Clube Bandeirante: do arquivo à rede" é uma nova configuração do sistema modular de painéis recriado a partir do projeto de Lina Bo Bardi para o MASP da Rua Sete de Abril na década de 1940. Para esta exposição, os painéis foram agrupados lado a lado, com uma leve inclinação, em fileiras sucessivas. Essa inclinação e a utilização de uma lâmina de vidro com a dimensão total dos painéis para proteção das obras - evitando molduras individuais - transformam o sistema em vitrines verticais, reforçando o caráter de arquivo da coleção ao expor o verso das obras. Além das fotografias - todas dispostas nas vitrines centrais -, a exposição utilizará as paredes da galeria como suporte para informações complementares relativas à história da circulação e exposição da coleção.

Sobre o Foto Cine Clube Bandeirante
Fundado em 1939, o Foto Cine Clube Bandeirante teve um papel fundamental na formação do fotoclubismo brasileiro, logo se tornando o centro do movimento. Seu protagonismo deu-se a partir da proposição de discussões e consequente disseminação do debate crítico acerca da fotografia. Ao longo de sua história, o FCCB organizou seminários, salões, concursos e artigos na revista Foto-cine, que contribuíram de forma sistemática para a construção de histórias plurais da fotografia brasileira. O local também foi um dos braços para o desenvolvimento da fotografia moderna brasileira, contando entre seus membros fotógrafos como Thomaz Farkas, German Lorca, Gaspar Gasparian, Gertrudes Altschul e José Oiticica Filho.

Eduardo Salvatore, Sem título, sem data (impressão sobre papel prata/gelatina, 50 x 41,5 cm) / MASP

Lista de artistas participantes
Abilio Martins Castro Filho, Ademar Manarini, Alberto Juan Martinez, Alberto Siuffi, Aldo A. de Souza Lima, Alfio Trovato, Antônio Ferreira Filho, Antonio da Silva Victor, Apollo Silveira, Armando de Moraes Barros, Arnaldo M. Florence, Aron Feldman, Asterio Rocha, Barbara Mors, Berel Bin, Camillo Joan, Carlos Comelli, Carlos Frederico Latorre, Casimiro P. Melo, Cassio Leme Maciel, Cyro A. Cardoso, Claudio H. Feliciano, Claudio Pugliese, Cláudio Sitrângulo, Dulce Carneiro, Eijiryo Sato, Eduardo Ayrosa, Eduardo Enfeldt, Eduardo Salvatore, Emil Issa, Francisco Albuquerque, Frederico Mielenhaussen, Frederico S. Camargo, Fredi. S. Kleemann, José Galdão, Galliano Calliera, Gaspar Gasparian, Geraldo de Barros, German Lorca, Gertrudes Altschul, Henri E. Laurent, Hildebrando T. de Freitas, Ilson Antônio Arrebola, Iracy Ando, Ivo Ferreira da Silva, Jacob Polacow, Jean Lecocq, Jerzy Reichmann, João Bizarro Nave Filho, João Minharro, Jorge Radó, José A. Vergareche, José Mauro Pontes, José Oiticica Filho, José Yalenti, Julio Agostinelli, Kazuo Kawahara, Madalena Schwartz, Marcel Giró, Mário Fiori, Masatoki Otsuka, Menha S. Polacow, Nair Sgterengi, Nelson Kojranski, Nelson Peterlini, Oswaldo Willy Fehr, Palmira Giró, Paulo Minervini, Paulo Pires da Silva, Paulo Roberto Vital, Paulo Suzuki Hide, Raul Chamma, Raul Eitelberg, Roberto Marconato, Roberto Yoshida, Rubens Teixeira Scavone, Ludovico Evaristo, Sergio Trevellin, Tadeu J. Cruz, Takashi Kumagai, Thomaz Farkas, Tuffy Kanji, Valêncio de Barros, Wolfgang Hohenlohe.

German Lorca, Cenas quotidianas ou Padre na barca, 1949, período de circulação: circa 1950 – 1957 (impressão sobre papel prata/gelatina, 27 x 33,5 cm) / MASP

serviço
Exposição: "Foto Cine Clube Bandeirante: do arquivo à rede", com curadoria de Rosângela Rennó.
Datas e horários: Abertura dia 26 de novembro, às 20h. Em cartaz entre 27 de novembro de 2015 e 20 de março de 2016. De terça a domingo, das 10h às 18h (bilheteria aberta até 17h30); quinta-feira, das 10h às 20h (bilheteria até 19h30).
Local: MASP | Av. Paulista, 1578.
Entrada: R$ 25,00 e R$ 12,00 (meia-entrada). Estudantes, professores e maiores de 60 anos pagam meia-entrada. Menores de 10 anos de idade não pagam ingresso. O MASP tem entrada gratuita às terças-feiras, durante o dia todo, e às quintas-feiras, a partir das 17h.