AGENDA DAS ARTES

Voltar

Desconstruções em tempos líquidos

Artistas: Martin Brausewetter

Curadoria: Ana Magalhães

De 24/11 a 23/12

Galeria Mezanino Ver mapa

Endereço: Rua Cunha Gago, 208 - Pinheiros

Telefone: 11 3436-6306

A partir de 24 de novembro, a Galeria Mezanino apresenta duas exposições: “Desconstruções em tempos líquidos”, primeira individual do austríaco Martin Brausewetter e “Um verão em Marianowo”, resultado da residência artística na Polônia, dos artistas Danielle Noronha e Mauricio Parra.

O trabalho de Martin Brausewetter funda-se na confrontação de dois elementos essenciais: a técnica por ele adotada e os motivos sugeridos pelas composições e formas abstratas de suas obras. O artista realiza suas pinturas em têmpera de ovo sobre tela, onde o processo de raspagem da matéria cria sugestões de paisagens desconstruídas, exprimindo a condição transitória das experiências de tempo e espaço no mundo contemporâneo, onde não há constância. As obras de Brausewetter expressam a instabilidade, conectando-se com as abordagens do sociólogo polonês Zygmunt Bauman, que define os tempos atuais com a modernidade líquida, num mundo cada vez mais dinâmico, fluido e veloz.

Seu trabalho diz muito sobre tal condição transitória, em duas instâncias. Na primeira, emerge da construção de composições de espaços dinâmicos, que aludem às novas teses da astrofísica, da física quântica, da antimatéria e do papel dos buracos negros em nosso sistema interplanetário. Numa segunda, diz respeito à diminuta experiência humana dentro desse universo.

Cerca de 20 trabalhos sobre tela e papel compõem “Desconstruções em tempos líquidos”, que tem curadoria assinada por Ana Magalhães e texto crítico de Ana Avelar.

Sobre o artista
Martin Brausewetter (Áustria, 1960) formou-se na Hochschule für Angewandte Kunst, em 1987. Desde 2009, mora e trabalha entre Viena e São Paulo. O trabalho de Martin lida com a constante construção e desconstrução do espaço, no sentido mais amplo do termo. Realizou algumas exposições, entre elas destacam-se as na Galeria Ferran Cano  (Palma de Mallorca, ES / 1989), Galerie Ariadne (Viena, AT / 1996) no Project Space Brooklyn (Nova York, EUA / 1997), Galerie Hohenlohe-Kalb,(Viena, AT / 1999, entre outras.

Martin Brausewetter, 2015 (têmpera, 90 x 110 cm) / Divulgação

Martin Brausewetter, 2015 (têmpera, 100 x 80 cm) / Divulgação

serviço
Exposição: "Desconstruções em tempos líquidos”, de Martin Brausewetter com curadoria de Ana Magalhães.
Datas e horários: Abertura dia 24 de novembro, das 16h às 22h. Em cartaz até 23 de dezembro de 2015. De terça a sexta, das 11h às 19h.
Local: Galeria Mezanino | Rua Cunha Gago, 208 - Pinheiros.
Entrada franca.