AGENDA DAS ARTES

Voltar

Conversas em Gondwana

Artistas: Vários

Curadoria: Juliana Caffé e Juliana Gontijo

De 7/2 a 7/4

Centro Cultural São Paulo Ver mapa

Endereço: Rua Vergueiro 1000 - Paraiso

Telefone: 11 3397-4002

Centro Cultural São Paulo (CCSP) inaugura no dia 7 de fevereiro a mostra "Conversas em Gondwana", coletiva que reúne artistas brasileiros e estrangeiros em uma plataforma de pesquisa e experimentação em arte contemporânea entre países do Hemisfério Sul. Para a primeira edição do projeto, as curadoras Juliana CafféJuliana Gontijo convidaram cinco duplas formadas por artistas da África do Sul e do Brasil para se corresponderem durante um ano sobre temas de interesse mútuo. Gondwana é o nome do supercontinente que há 200 milhões de anos reunia as massas continentais do que hoje chamamos América do Sul, África, Antártica, Austrália e Índia. Ao fazer alusão a este passado geológico distante, o projeto "Conversas em Gondwana" intensifica o fluxo de práticas e pesquisas entre artistas, curadores e pesquisadores da região, caracterizada por uma conexão geográfica perdida - e uma história explicitamente interligada.

Paulo Nimer Pjota, Ancient Smile. Foto: Divulgação.

As trocas propostas pelo projeto resultaram na criação de obras colaborativas inéditas das duplas formadas pelos artistas Aline Xavier e Haroon Gunn-SalieAna Hupe e Gabrielle GoliathClara Ianni e Mikhael SubotzkyDaniel Lima e Ismail FaroukPaulo Nimer Pjota e Siwa Mgoboza. Partindo da perspectiva pós-colonial, seus trabalhos propõem repensar a história, questões de identidade, gênero e dinâmicas urbanas de exclusão.

Todos os artistas sul-africanos virão ao Brasil para o desenvolvimento e ativação das obras em parceria com seus respectivos parceiros brasileiros. Além do intercâmbio e da residência oferecida aos artistas, "Conversas em Gondwana" também apresenta uma programação pública que inclui uma série de conversas abertas e performances.

Ana Hupe, Muito Futuro Para uma Só Memória. Foto: Divulgação.

A exposição conta ainda com uma seleção de trabalhos intitulada Arquipélago, de que fazem parte Cinthia Marcelle e Jean Meraan, Kemang Wa Lahulere, Marcelo Moscheta, Penny SiopisRenata de Bonis e Thiago Rocha Pitta.

Como se fossem ilhas, estas obras estabelecem relações de proximidade com os conceitos desenvolvidos pelas duplas e perpassam questões levantadas pelo projeto, ampliando a dimensão colaborativa intrínseca às "Conversas em Gondwana".

Marcelo Moscheta, Equalizador para Horizontes Distantes. Foto: Divulgação.

Serviço
Exposição: "Conversas em Gondwana", coletiva com curadoria de Juliana Caffé e Juliana Gontijo.
Datas e horários: Abertura dia 7 de fevereiro, às 18h. Em cartaz até 7 de abril de 2019. De terça a sexta-feira, das 10h às 20h; sábado, domingo e feriados, das 10h às 18h. Fechado às segundas.
Local: Centro Cultural São Paulo - CCSP | Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso, São Paulo.
Entrada livre e gratuita.