AGENDA DAS ARTES

Voltar

Caderno de Xerox – xerografia os anos 70 em São Paulo

Artistas: Vários

Curadoria: -

De 14/12 a 25/3

Centro Cultural São Paulo Ver mapa

Endereço: Rua Vergueiro 1000 - Paraiso

Telefone: 11 3397-4002

O Centro Cultural São Paulo (CCSP) recebe, entre os dias 14 de dezembro e 25 de março de 2018, a mostra "Caderno de Xerox – xerografia os anos 70 em São Paulo". A exposição parte de pesquisa pertencente ao acervo do Arquivo Multimeios/CCSP, realizada em 1980 por Lisbeth Rebollo Gonçalves e Maria Olímpia Vassão, sobre o uso da xerografia por artistas nos anos de 1970 e inicio de 1980. A entrada é livre e gratuita.

Hudinilson Jr., Xerox Action (Divulgação)

O acesso às máquinas copiadoras nos anos 1970 acaba por agregar o xerox ao experimentalismo artístico daquela década, se mostrando um novo suporte para especulações estéticas em virtude de sua instantaneidade e facilidade de uso. O xerox, esse meio popular reprodutível e multiplicável, cuja condição de existência é ser uma cópia, fácil, rápida e barata, princípio sem valor de unicidade, ganha expressividade artística nos anos de 1970 e 1980 no Brasil – xeroxcopy art, xerografia, xerocópia, fotocópia, eletrografia.

A mostra apresenta obras e depoimentos de artistas que usaram xerox em sua produção artística como Avelino de Araújo, Alberto Harrigan, Alex Flemming, Anna Carretta, Artur Matuck, Benê Fonteles, Bernardo Kransniansky, Dante Velloni, Diana Domingues, Genilson Soares, Gerty Saruê, Glauco Mattoso, Hélio Leite, Hudinilson Jr., Ivald Granato, J. Medeiros, José Wagner Garcia, Julio Plaza, Leon Ferrari, Leonhard Frank Duch, Lizárraga, Lucio Kume, Luis Guardia Neto, Mario Ramiro, Mary Dritschal, Mauricio Fridman, Nelson Leirner, Paulo Bruscky, Paulo Laurentiz, Percival Tirapelli, Regina Silveira, Roberto Keppler, Tadeu Jungle, Ubirajara Ribeiro, Vera Café, Walter Silveira, Wesley Duke Lee, entre outros.

Alberto Harrigan (Divulgação)

O CCSP tem um dos maiores acervos documentais acerca das manifestações artísticas em São Paulo, a coleção do Arquivo Multimeios, que tem origem no antigo IDART. A proposta expositiva em "Caderno de Xerox" tem, portanto, o intento de exibir ao público exemplaridades desse conjunto documental.

Paulo Bruscky (Divulgação)

Serviço
Exposição: "Caderno de xerox – xerografia os anos 70 em São Paulo".
Datas e horários: De 14 de dezembro de 2017 a 25 de março de 2018. De terça a sexta-feira, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h.
Local: Centro Cultural São Paulo - CCSP (Piso Flávio de Carvalho) | Rua Vergueiro, 1000 - Liberdade, São Paulo (estação de metrô Vergueiro).
Entrada livre e gratuita.