AGENDA DAS ARTES

Voltar

Autofágico | CRASH

Artistas: Pedro Varela, Camila Svenson, Enantios Dromos, Henrique Fagundes e Pedro Ferreira

Curadoria: Marcelo Campos, Fernanda Medeiros e Romy Pocztaruk

De 15/6 a 27/7

Zipper Galeria Ver mapa

Endereço: Rua Estados Unidos, 1494 - Jardim América - São Paulo - SP CEP 01427-001

Telefone: 11 4306-4306

A Zipper Galeria apresenta “Autofágico”, individual de Pedro Varela e “CRASH”, exposição coletiva de Camila Svenson, Enantios Dromos, Henrique Fagundes e Pedro Ferreira. Ambas ficam em cartaz de 15 de junho a 27 de julho.

Autofágico


Obra de Pedro Varela. Créditos: Divulgação

A mostra é a quarta individual do artista na galeria e reúne obras que representam a tropicalidade. Cores exuberantes contrastam e chamam os olhos, a discussão da imagem que se construiu a respeito dos trópicos é recorrente na trajetória do artista, mas em séries anteriores suas pinturas eram monocromáticas.

Com curadoria de Marcelo Campos, a exposição transita entre figuração e abstração. “Os trópicos ganham estranheza através destas cores. Em alguns momentos, chegam a ser psicodélicos, com rosas e verdes fluorescentes. Em outros apresenta tons que poderiam estar em pinturas de Guignard, Tarsila do Amaral, Glauco Rodrigues, Segal ou gravuras de Goeldi”, reflete Varela. Além da inédita paleta de cores, em “Autofágico”, o artista explora gêneros tradicionais da pintura como natureza morta e paisagens e os funde com sua “botânica alienígena”. “Abri espaço para uma discussão sobre a vida contemporânea. São pinturas que de alguma maneira tentam ser autofágicas em relação a nossa cultura, digerindo e regurgitando o que foi absorvido durante nossa modernidade”, ele afirma.

CRASH


Obra de Pedro Ferreira. Créditos: Divulgação

Obras autobiográficas e a ficção são o eixo central da mostra CRASH, coletiva de Camila Svenson, Enantios Dromos, Henrique Fagundes e Pedro Ferreira que fazem parte do programa “Zip’Up” que revela artistas emergentes. Com curadoria de Fernanda Medeiros a exposição reúne obras de diferentes linguagens. No dia da abertura da exposição, Henrique Fagundes realiza a performance “Cinema Transcendental”, trata-se de um vídeo de colagens sonoras e visuais que serão controladas ao vivo, é uma espécie de “remix” de conteúdos postados em redes sociais, figuras geométricas e disparos de armas de fogo.

Camila Svenson revela sua série fotográfica Terra que finda” (2019), que reúne imagens e vídeos. “Realizo expedições esporádicas a este território sem nome, inventando um espaço de espera e falsa calmaria, onde o único relógio existente habita a sala escura de uma casa amadeirada. Relógio de corda, que insistentemente toca as 12 badaladas desde que se conhece por relógio - insistindo em uma atividade obsoleta. Algo está errado mas ninguém consegue explicar o que é”, explica a artista.

Ferreira e Enantios Dromos apresentam séries fotográficas e vídeos em VHS que refletem sobre o discurso visual abstrato e subconsciente,

Serviço
Autofágico | CRASH, de Pedro Varela, Camila Svenson, Enantios Dromos, Henrique Fagundes e Pedro Ferreira
Datas e Horários: De 15/6 a 27/7.De Segunda a sexta, 10h/19h; sábado, 11h/17h
Local: Zipper Galeria |R. Estados Unidos 1494, Jardim América 
Entrada livre e gratuita