AGENDA DAS ARTES

Voltar

Affliction – O Ebola na África Ocidental

Artistas: Alexandre Keto

Curadoria: -

De 19/3 a 30/4

Matilha Cultural Ver mapa

Endereço: Rua Rego Freitas, 542 - República

Telefone: (11) 3256-2636

O lançamento do documentário “Affliction – O Ebola na África Ocidental”, do diretor belga Peter Casaer, contará com a participação do artista plástico Alexandre Keto em debate que sucederá a projeção do filme. O evento ocorre neste sábado, 19 de março, às 17h, no Matilha Cultural (Cine Matilha), em São Paulo, e tem entrada gratuita –  os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência, e  o filme será exibido até 30 de abril.

Alexandre Keto (Divulgação)

O artista plástico Alexandre Keto, que busca fazer uma ponte entre Brasil e África, falará de suas viagens ao continente, vinculadas a projetos sociais. “Quero ajudar a mudar a realidade das pessoas – que também é a minha – por meio de intervenções artísticas”, declara. Suas peças incluem um painel inspirado no filme, fotografias feitas por ele na África Ocidental e três telas inéditas sobre o povo e a cultura de Guiné, Libéria e Serra Leoa (justamente os mais atingidos pelo Ebola). A exposição terá também vídeos e cartazes sobre as ações da ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF), e o debate será mediado por Letícia Nolasco, psicóloga da instituição.

Sobre o documentário, trata-se de uma história de medo, frustração, estigma, descrença e sofrimento, mas, também, de imensa alegria e coragem. O documentário, que será exibido pela primeira vez no Brasil, retrata a mobilização contra a epidemia a partir do ponto de vista de populações atingidas, líderes comunitários, profissionais humanitários, pacientes e sobreviventes. O diretor Peter Casaer, que trabalhou durante duas décadas em operações de ajuda humanitária, nos últimos anos vem se dedicando à fotografia e a documentários. Durante as filmagens, ele teve acesso irrestrito às equipes da MSF que participaram do combate à doença nos três países mais atingidos.

 

Alexandre Keto (Divulgação)

Sobre o artista
Street artist paulistano, Alexandre Keto teve os seus primeiros contatos com a cultura hip-hop em oficinas que aconteciam no bairro onde morava. Desde cedo virou um multiplicador e, por meio de projetos sociais, passou a espalhar essa cultura por diversos guetos mundo afora. Keto utiliza o trabalho artístico como uma ferramenta de transformação social, principalmente em países africanos, onde desenvolve projetos comunitários e de intercâmbio. Suas obras estão espalhadas por muitos cantos das periferias europeias e africanas.

Alexandre Keto (Divulgação)

serviço
Exposição: Documentário "Affliction - O Ebola na África Ocidental", de Peter Casaer e exposição individual de Alexandre Keto.
Datas e horários: Abertura dia 19 de março, sábado, às 17h. Em cartaz até 30 de abril de 2016.
Local: Matilha Cultural | Rua Rego Freitas, 542 - República.
Entrada gratuita (ingressos devem ser retirados uma hora antes da sessão).