AGENDA DAS ARTES

Voltar

A Casa Modernista

Artistas: Gregori Warchavchik

Curadoria: Silvia Prado Segall

De 27/4 a 27/6

Casa Modernista Ver mapa

Endereço: Rua Santa Cruz, 325 - Vila Mariana São Paulo/SP

Telefone: (11) 5083-3232

A Casa Modernista apresenta mostra de mesmo nome que apresenta ao público a trajetória de Gregori Warchavchik, o arquiteto responsável pelo projeto do edifício. A exposição fica em cartaz de 27 de abril até 27 de junho. Com a curadoria de Silvia Prado Segall, a mostra reúne fotos, croquis e plantas que retratam a trajetória do arquiteto e sua relação com o espaço.


Fachada da Casa Modernista. Crédito: acervo pessoal da família Warchavchik

Warchavchik, um ucraniano que se naturalizou brasileiro, é uma figura importante da arquitetura nacional. A Casa foi construída em um período no qual a urbanização de São Paulo era pautada pela Belle Époque parisiense o que se refletiu na mistura de estilos como o neogótico e classicismo, art nouveau e art deco. O arquiteto, no entanto, havia publicado dois anos antes de inaugurar a obra o Manifesto Modernista, a Casa portanto tornou-se um símbolo da contracultura uma vez que rompia com as normas e padrões arquitetônicos da época.

Os traços do projeto priorizam a simplicidade, a geometria das formas e principalmente, linhas retas, a Casa é considerada a primeira construção modernista do Brasil.

O arquiteto não só projetou a casa como também assina a decoração, o mobiliário e até mesmo as luminárias utilizadas na construção.  A única parte da Casa que não passou por suas mãos foi o jardim, criado por sua esposa Mina Klabin cujo projeto paisagístico também é considerado pioneiro do modernismo no Brasil, fazendo uso de espécies tropicais de plantas nativas. A residência foi morada do casal e hoje está aberta ao público para visitação.


Fachada da Casa Modernista. Crédito: acervo pessoal da família Warchavchik

Silvia Prado Segall afirma que além de sua relevância história, o arquiteto merece ser reverenciado por seu traço. “Se olharmos com atenção para seu trabalho, reconhecemos em fachadas, mobiliários, luminárias e maçanetas, o seu traço forte,  limpo e elegante", pontua a idealizadora da exposição.

O maestro João Carlos Martins, reconhecido mundialmente por suas gravações no piano das obras de Bach; e o tenor Jean William, que acumula em sua trajetória apresentações para personalidades como o príncipe de Mônaco e o papa Francisco farão uma apresentação especial na abertura da exposição neste sábado(27) às 13h.

A mostra A Casa Modernista integra o projeto Ocupação Itaú Cultural, que em sua 44ª edição homenageia o arquiteto e ocupa a sede do instituto e, ainda, o Museu Lasar Segall - antiga residência e ateliê do artista que dá nome à instituição, também projetos de Warchavchik.

Serviço
Casa Modernista
Rua Santa Cruz, 325
Abertura: sábado 27/04 às 13h
De terça a domingo, das 09h às 17h

Ocupação Gregori Warchavchik
Av. Paulista,149
de terça a sexta: das 9h às 20h
aos sábados, domingos e feriados: das 11h às 20h
piso térreo

Museu Lasar Segall
Rua Berta, 111
de quarta a segunda: das 11h às 19h